terça-feira, 16 de outubro de 2012

PT e PSB ampliam bancada de vereadores



16/10/2012 - 06h30

Publicidade
FELIPE BÄCHTOLD
DE PORTO ALEGRE 


PT e PSB foram os principais vencedores das eleições para vereador pelo país. Os dois partidos foram os únicos grandes que conseguiram ampliar suas bancadas na soma de todos os Estados.

Prejudicados pela criação do PSD, que não existia em 2008 e agora elegeu 8% dos vereadores, outras grandes legendas tiveram redução expressiva no número de eleitos. O PMDB perdeu vagas, mas continua como o mais presente nas Câmaras Municipais.

O PT passou de quinto, em 2008, para terceiro --elegeu quase mil políticos a mais.

O crescimento do PSB está vinculado à força emergente de governadores do partido, como Eduardo Campos (PE) e Wilson Martins (PI). A sigla liderou em número de vereadores nesses dois Estados.

A maior queda foi do DEM, que havia sofrido êxodo de integrantes para o PSD antes da eleição. Em comparação com 2008, o partido caiu 32%.

O PSDB perdeu centenas de vagas, mas continua o segundo mais presente.

O número total de vagas no país cresceu em mais de 5.000 em relação a 2008. Após a divulgação do Censo 2010 do IBGE, algumas Câmaras conseguiram aprovar a ampliação sob o argumento de que a população local aumentou.

A professora de ciência política Maria Izabel Noll, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, vê relação entre o desempenho de PT e PSB e a expansão que ocorreu na eleição de 2010 das bancadas desses partidos no Congresso.

Para o primeiro secretário do PSB, Carlos Siqueira, a votação do partido também é consequência de 2010, quando a sigla passou de três para seis governos estaduais.
O presidente nacional do DEM, Agripino Maia, diz que o desempenho de sua sigla foi satisfatório. Para ele, não é possível comparar agora com 2008 por causa do PSD, fundado por dissidência do DEM.


Postar um comentário