quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Síntese da MIDIA IMPRESSA

A Globo (lider do PIG) foi ao êxtase ontem no JN. Até as vésperas das eleições vão  abrir espaço para o palanque da oposição
Valério/pena acima de 11 anos – Jornais de circulação nacional dão manchetes para pena dada a Marcos Valério no julgamento do mensalão pelo STF. Estado, “Condenação de Valério já soma 11 anos”. Diz que o operador do mensalão foi apenado pelo STF a pelo menos 11 anos e 8 meses por três dos crimes pelos quais foi condenado – corrupção ativa, peculato e formação de quadrilha. Ele também foi multado em R$ 979 mil. Diz que a pena ainda será aumentada, pois outros crimes não entraram na pauta. Jornal diz que a sistemática adotada ontem deve atrasar o fim do julgamento, previsto anteriormente pelo relator, Joaquim Barbosa, para esta semana. Jornal frisa que, “com isso, somente depois do segundo turno das eleições o tribunal definirá a pena imposta ao ex-ministro José Dirceu”. Folha, “STF define que Marcos Valério irá para a cadeia”. Globo, “Valério já pega 12 anos de cadeia em regime fechado”. Noticia também que ministros decidem ainda absolver réus nos sete casos de empate. Com isso, os ex-deputados Paulo Rocha e João Magno, além do ex-ministro Anderson Adauto, saem do julgamento sem condenações, pois não foram punidos por nenhum outro crime. Correio, “Crime, castigo e popularidade”. Esta, em referência a Barbosa, que recebeu homenagem de estudantes no Iesb, posou para fotos e deu autógrafos. Valor registra na capa que “Valério terá pena acima de 11 anos”. Valor diz que, acima de oito anos, os réus devemCondenação de Valério já soma 11 anos”. Diz que o operador do mensalão foi apenado pelo STF a pelo menos 11 anos e 8 meses por três dos crimes pelos quais foi condenado – corrupção ativa, peculato e formação de quadrilha. Ele também foi multado em R$ 979 mil. Diz que a pena ainda será aumentada, pois outros crimes não entraram na pauta. Jornal diz que a sistemática adotada ontem deve atrasar o fim do julgamento, previsto anteriormente pelo relator, Joaquim Barbosa, para esta semana. Jornal frisa que, “com isso, somente depois do segundo turno das eleições o tribunal definirá a pena imposta ao ex-ministro José Dirceu”. Folha, “STF define que Marcos Valério irá para a cadeia”. Globo, “Valério já pega 12 anos de cadeia em regime fechado”. Noticia também que ministros decidem ainda absolver réus nos sete casos de empate. Com isso, os ex-deputados Paulo Rocha e João Magno, além do ex-ministro Anderson Adauto, saem do julgamento sem condenações, pois não foram punidos por nenhum outro crime. Correio, “Crime, castigo e popularidade”. Esta, em referência a Barbosa, que recebeu homenagem de estudantes no Iesb, posou para fotos e deu autógrafos. Valor registra na capa que “Valério terá pena acima de 11 anos”. Valor diz que, acima de oito anos, os réus devem iniciar o cumprimento da pena em regime fechado. Folha, internamente, noticia que “Relator comete erros ao definir penas e é corrigido por colegas”. Matéria diz que equívocos do ministro devem levar a embargos declaratórios pelos advogados de defesa. Estado, internamente, noticia que “Barbosa faz confusão sobre punições e réus”. Globo na capa destaca que “Joaquim venceu 70% dos embates” com o colega revisor, Ricardo Lewandowski. Prisioneiros políticos – Globo cita na capa posição do ex-ministro Paulo Vanucchi, que condenados do partido serão prisioneiros políticos. Folha, internamente, reporta que “Genoíno diz não se sentir condenado e critica Supremo”, que comparou ao “Poder Moderador” dos tempos da monarquia brasileira. Estado, “Genoíno fala em ‘viés autoritário’ de nova condenação”. Globo, internamente, informa que “Amigos de Dirceu articulam reação política”. Em outra retranca, Globo diz que,“segundo especialistas”, pena de Dirceu é de, no mínimo, 26 meses. Folha anota que “JN dedica quase 20 minutos a balanço do julgamento”. Editorial de O Globo, “Marco histórico em defesa do estado de direito”. Do Estado, “O fim de um tabu”. iniciar o cumprimento da pena em regime fechado. Folha, internamente, noticia que “Relator comete erros ao definir penas e é corrigido por colegas”. Matéria diz que equívocos do ministro devem levar a embargos declaratórios pelos advogados de defesa. Estado, internamente, noticia que “Barbosa faz confusão sobre punições e réus”. Globo na capa destaca que “Joaquim venceu 70% dos embates” com o colega revisor, Ricardo Lewandowski. Prisioneiros políticos – Globo cita na capa posição do ex-ministro Paulo Vanucchi, que condenados do partido serão prisioneiros políticos. Folha, internamente, reporta que “Genoíno diz não se sentir condenado e critica Supremo”, que comparou ao “Poder Moderador” dos tempos da monarquia brasileira. Estado, “Genoíno fala em ‘viés autoritário’ de nova condenação”. Globo, internamente, informa que “Amigos de Dirceu articulam reação política”. Em outra retranca, Globo diz que,“segundo especialistas”, pena de Dirceu é de, no mínimo, 26 meses. Folha anota que “JN dedica quase 20 minutos a balanço do julgamento”. Editorial de O Globo, “Marco histórico em defesa do estado de direito”. Do Estado, “O fim de um tabu”.
Postar um comentário